GOL terá mais um voo direto de Recife para Buenos Aires



Companhia oferece nova opção de dia e horário aos clientes que desejam viajar entre a capital Pernambucana e a Argentina.

A GOL Linhas Aéreas Inteligentes amplia a oferta de voos, sem escalas, entre o Recife e Buenos Aires a partir de 3 de julho, um ano após o início da rota de voos diretos entre as cidades. Além das opções já disponíveis aos sábados, a companhia passa a oferecer um voo às segundas para os clientes que viajam para aproveitar a capital do tango e às terças aos que se destinam a Recife para conhecer as belas praias da cidade.

“Devido ao grande sucesso do voo Recife – Buenos Aires, oferecer uma nova opção aos clientes que viajam nesta rota é motivo de muito orgulho para a companhia. O novo voo reforça a estratégia da GOL de expandir e fortalecer a presença internacional principalmente em destinos da América Latina” afirma Rafael Araújo, gerente de Planejamento de Malha da GOL.

Atualmente, a GOL é a área com a maior oferta de voos para a Argentina atendendo as cidades de Buenos Aires (Aeroparque e Ezeiza), Córdoba, Rosário e Mendoza. A companhia tem decolagem diretas para Buenos Aires de onze cidades brasileiras, sendo elas: São Paulo, Rio de Janeiro, Florianópolis, Porto Seguro, Fortaleza, Natal, Salvador, Maceió, Manaus, Belo Horizonte e Recife.

Os clientes podem optar durante a compra pela classe GOL Premium, que oferece vantagens exclusivas para transformar todos os momentos da viagem – do check-in ao desembarque, em uma agradável experiência com ainda mais conforto e comodidade em todo o percurso. Os bilhetes já estão disponíveis para venda no site da companhia (www.voegol.com.br), nas Lojas VoeGOL e nas agências de viagem.

Veja abaixo os voos entre Recife e Buenos Aires:

Voo
Origem
Destino
Frequência
*G3 7462
REC
22h45
EZE
04h20
Às segundas
*G3 7463
EZE
01h50
REC
06h40
As terças
G3 7666
REC
00h50
EZE
06h25
Aos sábados
G3 7667
EZE
01h35
REC
06h25
Aos sábados
(*) Novo voo a partir de 3 de julho.

Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia