O agreste pernambucano como palco para a Paixão de Cristo


O espetáculo realizado há meio século em Nova Jerusalém (PE) já atraiu 3,8 milhões de visitantes para o maior teatro ao ar livre do mundo e emociona com a encenação do drama bíblico.

A partir desse sábado (08), o teatro de Nova Jerusalém, em Fazenda Nova, município de Brejo da Madre Deus (PE) será palco de mais uma temporada de um dos maiores espetáculos da Paixão de Cristo. A encenação acontece todos os anos no agreste nordestino e completa 50 anos em 2017. Juntos, o espetáculo e o feriado da Semana Santa atraem visitantes e lotam a rede hoteleira de Recife e dos demais destinos turísticos como Porto de Galinhas, Gravatá e Caruaru. O fluxo de visitantes no entorno da Nova Jerusalém chega a 250 mil pessoas por temporada. Para 2017 são esperados cinco mil visitantes por noite de espetáculo que segue até o próximo dia 15 de abril.

A estimativa é de que a encenação gere negócios da ordem de R$ 200 milhões com hospedagem, alimentação, transporte e artesanato, entre outros serviços. E este ano, os turistas vão reviver o maior e mais famoso espetáculo bíblico teatral do Brasil em grande estilo. O cinquentenário do drama da Paixão de Cristo vai apresentar cenários ainda mais imponentes, figurino renovado e artistas de destaque nacional como Rômulo Neto (Jesus), Letícia Birkheuer (Maria), Rafael Viana (Herodes), Joaquim Lopes (Pilatos), Adriana Birolli (Madalena), Aline Riscado (Herodíades) e Jesus Luz (O apóstolo João).

O megaevento conta, ainda, com 50 atores pernambucanos, cerca de 400 figurantes e mil pessoas responsáveis por garantir que tudo sai bem nos bastidores da encenação. A peça conta os últimos dias de Jesus, sua morte e ressurreição em uma encenação única no mundo. A apresentação é realizada em nove palcos enquanto a plateia se desloca entre as muralhas da Nova Jerusalém com 3.500 metros, 70 torres e 7 portas. A cidade-teatro ocupa 100 mil metros quadrados e representa um terço da cidade de Jerusalém nos tempos em que Jesus.


O teatro, localizado a 200 quilômetros do Recife, vai ganhar vários monumentos nas comemorações dos cinquenta anos da Paixão de Cristo. Um deles em homenagem a Plínio Pacheco, idealizador da cidade-teatro e a “seu” Cazé, operário que deu forma aos cenários em arte de cantaria. Será inaugurada uma réplica da famosa Pietá de Leonardo da Vinci, com o rosto da atriz Diva Pacheco, mulher de Plínio, que interpretou Maria por 12 anos. Já Jesus, terá a fisionomia de Luiz Mendonça, irmão de Diva, primeiro Jesus e diretor dos espetáculos, ainda nas ruas da vila de Fazenda Nova, entre 1951 e 1962. Ambos eram filhos do casal Epaminondas e Sebastiana Mendonça, idealizadores do “Drama do Calvário”, que deu origem a Paixão de Nova Jerusalém, já com o objetivo de atrair turistas para o interior de Pernambuco. Luiz Mendonça foi, também, o primeiro ator a interpretar o papel de Jesus dentro das muralhas da cidade-teatro, há 50 anos.

BREJO DA MADRE DE DEUS - As matas nativas e o relevo acidentado fazem do município que abriga Nova Jerusalém um ambiente propício à prática do turismo ecológico. Entre as belezas naturais destacam-se: a Pedra do Cachorro, as serras da Prata, Estrago e Ponto, a Mata do Bituri e o Sítio Arqueológico do Estrago.

Outro atrativo local é o Parque das Esculturas Monumentais Nilo Coelho com gigantescas figuras em granito, esculpidas por artesões locais. O patrimônio arquitetônico é composto de casario e edificações centenárias bem conservados como antiga Casa da Câmara e Cadeia. Destaca-se também o Museu Histórico e Arqueológico.

Por Geraldo Gurgel
Crédito: Divulgação da Paixão de Cristo
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia