Bob Dylan, Prêmio Nobel da Literatura vai inaugurar o novo símbolo de Paris





                                                              BOB DYLAN


O cantor e compositor Bob Dylan, vencedor do último Nobel de Literatura,  será a estrela do show de abertura no próximo dia 21 de abril do novo símbolo de Paris.


Construído junto ao rio Sena, o complexo cultural vai se chamar La Seine Musicale e possui auditório com 1.150 cadeiras, uma gigantesca sala modular com capacidade para entre 4 mil a  6 mil pessoas, lojas e jardins de 7.200 metros quadrados.


                               A imensa abóbada do La Seine Musical

As jornadas começam dia 18 de abril e prosseguem até 21 de abril.

O La Seine Musical é um projeto revolucionário que mudará o cenário desta parte do rio Sena e vai se transformar em mais um ícone turístico da capital francesa.

O complexo envolve a Ilha de Seguin, no oeste de Paris, e próximo da Torre Eiffel criando uma verdadeira cidade da música com 35 mil metros quadrados de extensão.

O La Seine Musical se dedicará principalmente à musica clássica, e inclui um estúdio de gravação e espacos para empresas.

                                                               arquiteto japonês Shigeru Ban
                 
A obra é do arquiteto japonês Shigeru Ban, vencedor do Prêmio Pritzker de 2014 e do francês Jean de Gastines que desenharam o projeto sobre os antigos terrenos que eram ocupados pela fábrica Renault.


Destaque para uma abóbada de 800 metros quadrados, que permite que desde o auditório se contemple a visão do rio Sena e seus arredores. Todo o plano urbano da ilha foi desenhado por Jean Nouvel. E o custo estimado da obra é de 170 milhões de euros, e dos quais 120 milhões são  investimentos públicos.

Haverá uma Orquestra residente que realizará concertos frequentes. No dia 22 de abril será a vez da Orquestra Insula sob a direção de Laurence Equilbey que apresentará obras de Mozart, Weber, e Beethoven interpretadas por grandes nomes da música francesa.

A proposta final do La Seine Musical é se unir aos mais de 140 teatros e salas de espetáculos de Paris e as dezenas de clubes, café-concertos e lugares onde as musicas internacionais dão o tom nesta cidade cada vez mais vanguardista.



Compartilhe on Google Plus

Escrito por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia