Atriz Pernambucana interpreta índia no filme Waraná

Atriz Roberta Monteiro com o ator Marcos Oliveira


Depois de participar em Malhação, Linha Direta, minissérie Historia do Brasil  e novela Império, a pernambucana Roberta Monteiro aceitou o desafio de viver a índia Cereçaporanga no cinema.

Atriz Roberta Monteiro em cena

A  atriz atualmente reside no Rio de Janeiro, e tem uma rotina de trabalho bastante agitada.  No filme   Roberta Monteiro está atuando como Cereçaporanga na Floresta Amazônica. O curta metragem Waraná tem roteiro e direção de Christian Monassa.

Cacique Chefe Pinó
O filme conta a origem indígena do fruto de Guaraná junta no mesmo filme os personagens das lendas de “Curumim” (Igor Cosso) e “Cereçaporanga” (Roberta Monteiro), que vivem uma grande história de amor proibido, pois pertencem a tribos inimigas (os Sarteré Mawes e Tatuyos).

Inspirado na história de “Romeu e Julieta”, no território indígena. A produção executiva fica por conta de Paulo Porto. 

O filme é uma oportunidade para o público conhecer em detalhes a história do guaraná e dessa região do Brasil por meio do olhar da marca que fomenta a produção de conhecimento em torno do fruto.

Índia da aldeia Tatuyo de Manaus







No elenco estão atores conhecidos do público como Marcos Oliveira, conhecido por interpretar o Beiçola na série A grande família, da Rede Globo. Em Waraná Marcos interpreta o Cacique, pai da Cereçaporanga. Igor Cosso, que interpretou Bezalel em Os Dez Mandamentos e Paulo Roque, ator cearense que participou da novela Malhação. 

Guaraná Antarctica e a Amazônia Além de uma exposição sobre Waraná, a marca ainda lançou o Livro de Waraná, publicação em edição limitada feita de forma artesanal que traduz em design o mesmo cuidado que forma a base do refrigerante. A previsão para a estreia de Waraná é no segundo semestre de 2017.
Roberta Monteiro no papel da índia


Atriz Roberta Monteiro com o Ator Igor Cosso
(FOTOS DE DIVULGAÇÃO: ANDRÉ MAGALHÃES)



Compartilhe on Google Plus

Escrito por silvioromerojornalista

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia