Pela primeira vez na história uma mulher é diretora dos Museus do Vaticano


                                   Bárbara Jatta (Foto: Divulgação)
Barbara Jatta, 54 anos, chamada pelo Papa Francisco, desde o último dia 01 de janeiro passou a ser a primeira mulher na história a dirigir os Museus do Vaticano.
Romana e  especialista em história das artes, Barbara Jatta esteve por 20 anos na Biblioteca Apostólica Vaticana, onde era responsável pelo Setor de Impressões. E agora substitui a Antonio Paolucci, 77 anos, um renomado especialista em restauração, que estava no cargo desde 2007.
Para os próximos meses segundo a nova diretora estão previstos vários projetos de restauração, entre eles, uma grande mostra em colaboração com o Museu Judaico de Roma sobre a Menorah e  uma mostra em Lisboa por ocasião da viagem do Papa a Fátima. 
Barbara Jatta informa da importância dos Museus Vaticanos para diversas ações como às populações atingidas pelo sisma no centro da Itália, para onde foram enviados diversos restauradores voluntários: “Já foram recuperadas 25 Igrejas, 6 ciclos de afrescos e numerosas obras importantes”, afirma.
Os Museus do Vaticano foram fundados pelo papa Julio II, no início do século XVI, abrigam obras de Michelangelo, Raphael e outros grandes nomes da Renascença. 
São formados por 54 galerias, com a Capela Sistina, como último ponto de visitação. Anualmente recebe mais de 6 milhões turistas o mesmo número que o Brasil recebe de turistas.
Barbara Jatta que ensina história das artes gráficas na Universidade de Nápoles informa que em breve estará no ar o novo site dos Museus Vaticanos.
Compartilhe on Google Plus

Postado por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia