Conheça o roteiro religioso de Curitiba


Os entusiastas do turismo religioso têm muito a conhecer em Curitiba. No Setor Histórico da cidade, há templos de diferentes religiões, que podem ser visitados em uma caminhada. 

Para quem usa a Linha Turismo, dois pontos são os mais indicados para começar o passeio. Uma opção é a Praça Tiradentes, onde está a Catedral de Curitiba. Outra opção de parada é na rua Jaime Reis, próximo à Praça Garibaldi. 

A presidente do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba, Tatiana Turra, lembra que o centro histórico de Curitiba concentra riquezas culturais diversas. “É uma região muito importante do ponto de vista histórico e com grande valor cultural para a cidade. No caso dos templos religiosos, o visitante pode conhecer todos em um mesmo dia e ainda usufruir da boa infraestrutura de restaurantes, bares e hotéis que ali estão”, explicou Tatiana. 

Aos domingos, o local é palco da famosa Feira do Largo da Ordem, que reúne artistas, artesãos e opções gastronômicas. 

Catedral 

A Catedral Basílica Menor de Nossa Senhora da Luz e Bom Jesus dos Pinhais foi construída de 1876 a 1893. A catedral tem estilo neogótico, com inspiração na Catedral da Sé de Barcelona, na Espanha. A autoria do projeto é atribuída ao arquiteto francês Alphonse Conde des Plas. 

No local, também é possível ver pinturas dos artistas italianos Anacleto Garbaccio e Carlos Garbaccio. 

Local: Praça Tiradentes
Horário: de terça-feira a domingo, das 7h30 às 19h
Visitação guiada com agendamento.
Entrada gratuita 

Igreja da Ordem 

Construída em 1737, é a mais antiga de Curitiba. Seu nome original era Nossa Senhora do Terço, mas com o surgimento da Ordem de São Francisco em Curitiba, em 1746, foi alterado para Igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Chagas. 

A igreja foi restaurada em 1880 para a visita do imperador D. Pedro II. A torre foi concluída em 1883 e os sinos doados pelos grandes produtores da erva-mate da época. Foi tombada em 1965. 

A torre tem traços mouriscos e neogóticos, mas seu interior tem características coloniais. Entre outras preciosidades, possui um altar folheado a ouro e uma talha barroca do início do século 18. Outra atração da Igreja da Ordem é o Museu de Arte Sacra, no prédio anexo. 

Local: Rua Mateus Leme, 1
Horário: de terça a quintas-feiras, das 7h30 às 18h30. Sextas-feiras, missa às 7h30 e aberta das 8h às 16h. Sábados, missa às 7h30 e 18h30, aberta de 8h às 18h. Domingos, missas às 10h, 12h e 18h, aberta de 13h às 18h
Entrada gratuita 

Igreja Presbiteriana Independente 

Foi inaugurada em 1934 e é um símbolo da divisão da congregação, que em 1903 se desligou das igrejas norte-americanas para a fundação da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil. 

Com estilo neoclássico, a igreja tem influência da arquitetura germânica no interior. O destaque é a cúpula, sustentada por colunas cilíndricas e um dos pontos mais altos da região. 

Local: Rua do Rosário, 218.
Horário: aberta no horário dos cultos – terças-feiras, às 15h, quintas-feiras, às 20h, e domingos, às 10h e 19h30.
Visitação monitorada para grupos somente com agendamento.
Entrada gratuita 

Igreja do Rosário 

Construída em 1846, carrega a história de sua antecessora, a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de São Benedito, do século XVIII, construída por escravos e para os escravos. 

Em 1951, foi assumida pelos jesuítas. Os azulejos na fachada são remanescentes da versão original. Destacam-se os azulejos portugueses representando a santidade de Nossa Senhora do Rosário e uma procissão de colonos e o túmulo do Monsenhor Celso, antigo pároco de Curitiba, falecido em 1931. 

Local: Praça Garibaldi.
Horário: segunda, quarta-feira e sábado, das 13h às 17h30. Terça e quinta-feira, das 12h às 17h30. Domingo, de 8h às 12h e das 16h às 17h30.
Entrada gratuita 

Igreja Luterana 

Fundada em 1866, a primeira Comunidade Luterana de Curitiba era sediada em uma casa alugada no Alto São Francisco. Em 1872, foi construído o primeiro templo, em estilo enxaimel. A construção foi feita no terreno onde atualmente estão o templo da Comunidade do Redentor e o Colégio Martinus, na Rua Trajano Reis. 

Em 1892, foi necessário demolir o templo, mas já em 1894 ele estava reconstruído e reinaugurado. O templo, em estilo gótico, agora com torre e sino, marcava uma nova fase religiosa na comunidade e na política no País, quando se instalou o Estado laico, com liberdade religiosa. 

Local: Rua Trajano Reis, 199.
Horário: terça, quarta e quinta-feira, das 9h às 12h e das 13h30 às 18h. Domingo, cultos começam às 10h e 19h.
Visitação monitorada para grupos e somente com agendamento.
Entrada gratuita 

Mesquita Imam Ali Ibn Abi Tálib 

O templo religioso da comunidade muçulmana foi inaugurado em 1972. Seu nome homenageia um importante guia espiritual, tido como sucessor legítimo de Maomé pelos muçulmanos do grupo xiita. 

Possui uma cúpula central e é ladeado por dois minaretes azuis. A fachada está voltada para a cidade sagrada de Meca. O interior é completamente forrado com legítimos tapetes persas e decorado com mosaicos islâmicos feitos à mão. 

Local: Rua Kellers, 383.
Horário: aos domingos, das 10h às 13h30.
Visitação monitorada para grupos e somente com agendamento.
Para assistir ao culto, basta tirar os sapatos e, no caso das mulheres, cobrir a cabeça com véu.
Entrada gratuita 

Arquidiocese de Curitiba 

A Diocese de Curitiba foi criada em 1892, pelo Papa Leão XIII, e abrangia toda a região dos estados do Paraná e Santa Catarina. Em 1894, o papa escolheu o primeiro bispo da Diocese, dom José Camargo de Barros. 

Em 1926, a Diocese de Curitiba foi elevada à Província Eclesiástica do Paraná, tornando-se assim Arquidiocese. 

Local: Rua Jaime Reis, 369.
Horário: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30.
Visitação monitorada para grupos somente com agendamento.
Entrada gratuita 

Igreja São Vicente de Paulo 

Construída em 1932, é um dos marcos da cultura polonesa em Curitiba. Cultiva a tradição de realizar missas em polonês nos domingos de manhã e é administrada pelos padres da Congregação da Missão da Vice-Província Polonesa desde 1920. 

Os destaques são os sinos doados pela colônia polonesa em 1933 e o altar-mor, feito em mármore. 

Local: Rua Jaime Reis, 531.
Horário: de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h. Sábado, das 8h às 11h e das 14h às 17h (casamentos são frequentes neste horário). Domingo, das 7h às 11h e das 18h às 19h
Entrada gratuita 

Templo Hare Krishna 

Tradição religiosa oriental milenar que segue a religião monoteísta Vaishnava, com devoção a Krishna ou Vishnu. 

O local promove diversos encontros, jantares vegetarianos, estudos e festividades tradicionais. 

Local: Rua Duque de Caxias, 76
Horário: de segunda-feira a domingo, das 8h às 23h
Entrada gratuita 

Outras opções de roteiros em templos religiosos no link.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia