Norwergian reúne agentes de viagens em seminário via webinar



Os diretores da Norwergian para o Brasil, Estela Farina e André Mercanti, reuniram mais de 700 agentes de viagens de todo o Brasil, em mais um treinamento via webinar (seminário online). Para contar suas experiências, participaram a diretora da Open Point, de Fortaleza, Cely Sena, e a diretora da DC Tur, de Porto Alegre, Lígia Ayub.


O tema foi Ilhas Gregas, destino escolhido para cruzeiros no Norwergian Star na temporada de verão. Foi o primeiro seminário de 2017 e quem assistiu adquiriu conhecimento para atender bem o seu cliente e comercializar os cruzeiros nas Ilhas Gregas. Para André Mercanti, Ilhas Gregas é um destino de sonhos. “Quem nunca foi sonha em conhecer, e quem já foi sonha em voltar”.


Ilhas Gregas é um arquipélago formado por seis mil ilhas. Destas, só 227 são habitadas. A temporada de cruzeiros vai de maio a outubro, quando o clima varia de 25º a 35ºC. A moeda é o euro e o idioma é o grego. Não precisa visto nem vacina para entrar nas Ilhas Gregas. As ilhas têm pequenos aeroportos, o que torna fácil a circulação dos visitantes.

As dicas apresentadas no seminário mostram Ilhas Gregas como um destino para viagens em família, grupos de amigos, romance, casamento, lua de mel, história e arte, gastronomia e moda. O lugar é freqüentado por muitas celebridades e tem na gastronomia um dos principais atrativos. Cely Sena lembra que outubro é um mês muito agradável e de preços acessíveis.

O arquipélago grego conta com 7.500 quilômetros do litoral do país, do total de 16 mil quilômetros. A paisagem é bastante diversificada, com praias que se estendem por muitos quilômetros, baías e enseadas, praias de areia com dunas, praias de calhau, cavernas costeiras com rochas íngremes e areia escura, típica do solo vulcânico.

Santorini, bela pela sua localização

CRUZEIRO

Os cruzeiros do Norwergian Star começam e terminam em Veneza e passam por Corfu, Santorini, Mykonos e Ravenna. Para André Mercanti, a vista dos canais e das pontes nos dois momentos valem o cruzeiro. O navio sai de Veneza aos domingos, às 18 horas. O ideal é chagar com antecedência para curtir a cidade. Apesar da beleza, existem algumas dificuldades de locomoção em terra, com visitantes carregando malas e subindo ladeiras em pequenas ruelas.

A primeira parada do cruzeiro é em Corfu, Patrimônio Mundial da Unesco, famosa por suas 600 igrejas e belas praias. A vedete do roteiro é Santorini, formada por uma erupção vulcânica. É um destino completo para contato com belas paisagens, vida noturna agitada e bastante história. Sua capital é Fira e a mais bela cidade é Oía, que tem o pôr do sol mais bonito do mundo. Santorini é um penhasco, o que torna os deslocamentos difíceis. São ofertados burricos como táxis.

Restaurante Versalles, o principal do Norwergian Star

Depois de Santorini, a próxima parada é em Mykonos, ilha agitada, com 12 mil habitantes, 25 praias e considerada a “Ibiza da Grécia”. Tem como atração os Moinhos de Mykonos, belas praias, 360 igrejas e pode ser definida como o destino perfeito para turismo cultural no litoral da Grécia. 
A última parada antes do retorno a Veneza é Ravenna, que tem os mosaicos mais antigos do mundo. Todos os locais de paradas têm oferta de excursões do navio, mas os passeios podem ser feitos a pé, desde que obedecidos os horários de saída do navio.

O NAVIO

O Norwergian Star tem capacidade para 2.348 passageiros em 1.117 cabines. O navio tem cassino, 10 restaurantes com turnos livres para refeições, 30 categorias de cabines e oferece condições especiais para grupos. As vendas de cruzeiros estão disponíveis nas principais agências de viagens de Fortaleza.

por Edgony Bezerra
www.edgonyonline.com.br/

Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia