Donald Trump decide retirar seu nome de hotel no Rio


     Hotel TRUMP no Rio que mudará o nome para LSH (Foto: Divulgação)


O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump decidiu retirar seu nome do hotel de luxo na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. 

Segundo a porta-voz da rede, Christine Lin,  a decisão foi em virtude de atrasos na construção do edifício projetado para possuir 171 quartos, piso de mármore importado da Turquia e papel de parede holandês. 

O Trump Hotel Rio de Janeiro custou cerca de R$ 333 milhões e foi aberto em agosto passado por ocasião dos Jogos Olímpicos. 

O hotel também é alvo de investigação pela Procuradoria da República no Distrito Federal desde outubro quando foi aberto um inquérito para investigar indícios de irregularidades em torno dos negócios do magnata no Brasil.

O nome Trump será substituído por LSH, que por sinal é a sigla da empresa sócia do bilionário americano no Brasil, a LSH Barra Empreendimentos Imobiliários. 

Segundo o procurador Anselmo Cordeiro Lopes, no processo,  há indícios que tenha havido supervalorização da renda do empreendimento para se conseguir investimentos de dois fundos de pensão. Cerca de R$ 77,3 milhões da carteira de investimentos do Instituto Serpro de Seguridade Social e R$ 54, 3 milhões do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado de Tocantins.

Para Donald Trump ele estará deixando suas empresas para se dedicar exclusivamente à Presidência dos Estados Unidos. 

Compartilhe on Google Plus

Postado por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia