Ar enlatado: novo conceito de souvenir para o turismo ?



O que vem à sua cabeça quando ouve a expressão “Lata de Ar” ? Certamente você nem imaginaria que este nome representa um negócio muito criativo e rentável, não é mesmo? A ideia chegou ao Brasil com o paranaense Alessandro Catenaci, que há mais de 22 anos encontrou uma lata com “Ar de Paris” durante uma viagem à França. Impulsionado pela Copa do Mundo no país, em 2013, o empresário retrabalhou a ideia e trouxe ao Brasil um novo conceito em souvenir.
A ideia

Bastante ousada e dinâmica, a proposta da “Lata de Ar” são souvenirs que carreguem a atmosfera e características das cidades brasileiras, comercializando seu “ar” dentro de latinhas. “Sabe aquela história de depressão pós viagem ? Sabemos que ela é verdadeira! Então, nossa ideia foi criar um souvenir para que as pessoas possam comprar e levar para casa como se aquilo fosse uma “parte” da sua viagem, tendo uma excelente lembrança da cidade por onde passaram”, explica Alessandro.

A embalagem escolhida para comercializar os produtos foi a tradicional lata de sardinha, que proporcionou não apenas um tamanho ideal e custo acessível, mas também qualidade à impressão, dificultando o desgaste do produto. “Cada latinha é totalmente personalizada com os principais pontos turísticos da cidade. A do Rio de Janeiro, por exemplo, que está super em alta por conta das Olímpiadas, tem os ícones do Cristo Redentor, Arcos da Lapa, Pão de Açúcar e a Marques de Sapucaí”, acrescenta o empresário.

Muitos ares

Além do ar do Rio de Janeiro e do “Brasil”, que é uma opção genérica para turistas estrangeiros, a marca também conta com ar enlatado das cidades de São Paulo, Salvador, Foz do Iguaçu e Curitiba. Segundo Alessandro, a marca está ampliando seu mix de produtos e passa a oferecer neste mês de julho o ar enlatado de Brasília, Balneário Camboriú, Florianópolis, Gramado, Natal, Fortaleza e Minas Gerais.

Os produtos estão à venda no site www.latadear.com.br, pontos de venda espalhados por todo o país e também nos aeroportos do Galeão (RJ) e Guarulhos (SP), que estão entre os maiores do país.

Cada latinha custa em média R$ 10 e a empresa vende todos os meses cerca de 12 mil unidades, representando um faturamento bruto mensal de R$ 120 mil, oito vezes mais que o investimento inicial da empresa.

Internacionalização da marca

Dando início ao processo de internacionalização da marca, Catenaci anuncia uma grande nova novidade. A Lata de Ar também chegou à Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Na lata, além do ar de uma das metrópoles mais amadas do mundo, o turista tem os ícones da cidade, como os famosos taxis amarelos, a Estátua da Liberdade, o Empire State Builiding e, é claro, a famosa Times Square.


Compartilhe on Google Plus

Postado por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia