Museus de Yves Saint Laurent serão inaugurados em Paris e Marraquech


                Museu Yves Saint Laurent em Marrakech (Foto: Divulgação)
                  Depois de transformar sua mansão onde viveu em 1980 em Marrakech como área de visitação pública e denominado Os Jardins de Majorelle, e onde se encontram as suas cinzas, o designer Yves Saint Laurent,  que nasceu em Orán (Argélia) em 1936 e  faleceu em 2008, vai ganhar em 2017 dois museus em sua homenagem: um em Marrakech (foto) e outro em Paris.
O de Paris  será na  'maison'   (FOTO) onde viveu muitos anos Yves Saint Laurent  com seu companheiro Pierre Bergé *(ainda vivo).  O de Marrakech vai ser instalado ao lado dos Jardins de Majorelle. Ambos os museus serão inaugurados ao mesmo tempo no outono de 2017.
                                       Maison Yves Sant Laurent em Paris (Foto: YSL)
No Museu Yves Saint Laurent de Marrakech estarão expostos o famoso vestido Mondrian de 1965, (FOTO) o primeiro smoking criado por YSL, vestidos da coleção inspirada em Paloma Picasso de 1971.
                                         Vestido Mondrian de Yves Saint Laurent 
Estarão expostas ainda criações de YSL para o teatro e cinema como o vestido que ele criou para Catherine Deneuve para o fillme  ‘Belle de jour’.
Já o futuro museu de Paris vai reunir não somente as criações de Yves Saint Laurent que acumulou durante quase 30 anos de 1974 a 2002, mas também várias obras de arte.
O objetivo dos dois museus é apresentar a riqueza patrimonial do estilista falecido através de exposições que se renovarão periodicamente. 
Uma das novidades é que o visitante terá acesso aos antigos salões da alta costura e o estúdio do estilista e que antes era visitado somente com reserva antecipada.
                                                                     Pierre Bergé
Para Pierre Bergé, que viveu durante 40 anos com o estilista, ele se lembra que quando Yves Saint Laurent visitou Marraquech em 1966,  ficou impressionado e de imediato comprou uma casa.  “Natural que 50 anos depois seja construído um museu dedicado a suas obras e que os vestidos devam permanecer no Marrocos”, explica Bergé.
Quatrocentos dos  4.000 metros quadrados do museu marroquino será dedicado a amostra permanente: 5.000 vestidos, 15.000 acessórios de alta costura, dezenas de milhares de desenhos, croquis e numerosas fotografias. Haverá ainda uma área de 150 metros para amostras temporárias e um auditório com 130 lugares, uma livraria e uma biblioteca com 5.000 obras sobre moda e desenho.
                                                        Yves Saint Laurent
Os jardins de Majorelle em Marrakech tem sido um dos lugares mais visitados na cidade e com o futuro Museu Yves Saint Laurent a expectativa é de que vai atrair ainda mais turistas para o Marrocos. 

Compartilhe on Google Plus

Postado por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia