Lisboa inaugura Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT)


MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (Foto: Divulgação) 
  

 O cenário cultural de Lisboa (Portugal) se prepara para receber dia 3 de outubro o Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT).

 Projeto inovador, desenhado pelo atelier de arquitetura de Londres, Amanda Levete Architects, e a Central Tejo, é um dos exemplos nacionais de arquitetura industrial da primeira metade do século XX e um dos polos museológicos mais visitados do país. 

O museu está localizado na zona ribeirinha de Belém, em Lisboa e será inaugurado pela Fundação EDP em cujo campus já se encontra o Museu da Eletricidade. O edifício irá criar espaços de exposição sob uma cobertura ondulante, concebida para oferecer um novo espaço público acima das galerias. O projeto vai renovar o acesso ao rio Tejo a partir da cidade e consolidar a regeneração urbana global do bairro.

O  MAAT será um espaço dedicado à cultura contemporânea, combinando artes visuais e mídia, arquitetura, tecnologia, ciência, sociedade e pensamento. O maior objetivo é afirmar-se como um espaço de descoberta, reflexão e de diálogo internacional.


Na programação inaugural, estarão sendo realizdas as quatro primeiras exposições nas várias galerias: Lightopia, Segunda Natureza, Edgar Martins e Artist’s Film International.

Na abertura haverá ainda a exposição individual do fotógrafo português Edgar Martins, residente em Londres. E por fim, a exposição “Artists’ Film Internacional” que irá apresentar um conjunto de artistas internacionais com obras em filme, vídeo e animação.

“O museu, terá sete vezes mais espaço exterior, do que interior. Será um hub para atrair pessoas que vêm usufruir de arte, arquitetura, mas também da relação com Lisboa e o rio, de forma única’, acrescentar António Mexia – CEO do Grupo EDP.

O MAAT traduz a ambição de apresentar exposições nacionais e internacionais com a contribuição de artistas, arquitetos e pensadores contemporâneos. A programação, que refletirá grandes temas e tendências atuais, apresentará ainda diversos olhares curatoriais sobre a Coleção de Arte da Fundação EDP.

Embora sendo inaugurado dia 3 de outubro, o MAAT abrirá as potas ao público no dia 5,  com uma programação de doze horas, repleto de espetáculos, performances, concertos e atividades educativas. 


Também serão apresentados ao público três novas exposições: Pynchon Park, uma obra de grandes dimensões criada pela artista francesa Dominique Gonzalez-Foerster especificamente para a sala principal do novo edifício; The World of Charles and Ray Eames, que aborda a vida e a obra de uma das duplas de arquitetos mais influentes do século XX; e A Forma da Forma, uma das exposições centrais da 4.ª Trienal de Arquitetura de Lisboa.

Com o MAAT, a Fundação EDP oferece um novo impulso cultural e paisagístico à cidade de Lisboa. A diversidade de programas e de espaços tornam o museu um importante ponto no roteiro cultural da cidade. Uma proposta pensada para todos os públicos e para todas as idades.
 Para conferir o  programa completo que será divulgado brevemente acesse o site https://www.maat.pt

(Sobre a Associação Turismo de Lisboa (ATL):
Criada em 1997, a ATL é uma entidade privada sem fins lucrativos com mais de 800 associados que se dedicam, no todo ou parcialmente, à economia do Turismo da região, com a missão de promover Lisboa como destino turístico de excelência.)
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Rogerio Almeida

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia