Virtuoso Travel Week aponta tendências do turismo de luxo; confira

Vietnã Foto: Karina Sell/ Kawalk

As expectativas e as experiências de viagens mudam de uma geração para outra e de pessoa para pessoa. Mas qual é o ponto em comum e o que deve ficar em alta nos próximos anos?
A geração “Y” (ou milênio) quer evitar qualquer tipo de anteparo que a separe de uma vivência mais verdadeira. Busca em tudo uma experiência única e já encara a viagem como uma parte fundamental de suas vidas.
Por outro lado, muitos das gerações anteriores, os “X” e os “Baby Boomers”, já procuram viajar com os filhos. Esperam que eles tenham experiências de troca com o ambiente e com seus povos, tendo contato com animais e com questões como ecologia, para que, assim, cresçam inseridos na juventude global. Eles entendem o poder transformador de uma viagem.
Seja como for, é a primeira vez que quatro gerações estão viajando muito e ao mesmo tempo. A busca por uma experiência engrandecedora é a expressão da vez para a maioria.
Para muitos, isso se traduz em fazer algo pela primeira vez. Seja um safári de avião no Canadá, uma expedição à Groenlândia ou descansar num bangalô sobre as águas. O que conta é como cada um vive cada tipo de experiência. Tudo é extremamente subjetivo e pessoal. O que é maravilhoso para um, pode ser tedioso para outros. “Luxuryispersonal”(“luxo é pessoal”): este foi o principal tema destacado este ano na feira Virtuoso.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia