Turismo de Pernambuco apresenta Projeto Vem Ser Acessível


Em referência à Semana Estadual da Pessoa com Deficiência, a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Estado, por meio da Empetur apresenta o Projeto Vem Ser Acessível. A iniciativa, desenvolvida em parceria com o Sebrae, tem como finalidade contribuir para que os destinos se tornem acessíveis às pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida. O projeto será realizado em quatro frentes, por meio de uma Cartilha de Acessibilidade, um Guia Turístico de Acessibilidade, a Qualificação em Acessibilidade e a Confecção dos Cardápios em Braille. A iniciativa começou com Fernando de Noronha e será aplicada em mais dois destinos indutores de Pernambuco: a capital, Recife, e Porto de Galinhas, no município de Ipojuca, até 2017.

Antes de formatar o Guia Turístico de Acessibilidade, a Secretaria de Turismo, por meio da Empetur e do Sebrae, promoveu a qualificação de acessibilidade em 13 estabelecimentos – um total de 69 pessoas capacitadas – e confeccionou cardápios em braile para 25 estabelecimentos. Na prática, o guia oferece informações de serviços, equipamentos e atrativos turísticos adequados para o acesso das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida. A ideia é que o público conheça exatamente o que há para usufruir de forma autônoma e/ou assistida pelos principais serviços, equipamentos e atrativos turísticos de Noronha, tudo dentro das limitações estruturais do local, que possui área de preservação ambiental e sítio histórico e arqueológico.

Para o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, a consolidação das ações de acessibilidade é mais do que necessária em todo o Estado. “Temos essa frente de acessibilidade bem intensa, que já conta com projetos importantes, como o Praia Sem Barreiras, projeto cujo objetivo é disponibilizar esteiras de acesso à faixa de areia, cadeiras de rodas anfíbias e profissionais qualificados para o banho de mar assistido. Agora, o momento é o de ratificar nos principais pontos turísticos a necessidade de investir na acessibilidade para todos. A iniciativa em Fernando de Noronha, através do Projeto Vem Ser Acessível, vai auxiliar bastante no melhor aproveitamento de todos os atrativos desse paraíso.”, concluiu Carreras.

Todo o material elaborado pelo Vem Ser Acessível estará disponível em versões para o trade turístico e para os visitantes. Cada material terá sua particularidade, para que todos possam trabalhar e aproveitar a viagem da melhor forma possível.
Compartilhe on Google Plus

Escrito por Mario Pinho

0 comentários:

Postar um comentário

Adicione seu comentário sobre a notícia